ENVIOS GRÁTIS a partir de 10€ | DEVOLUÇÃO SEM DISCUSSÃO
laddingpage

Descubra os Nossos Conselhos
Para preparar as suas caminhadas

Como escolher corretamente a sua mochila? Compartimentação, volume, etc.


Quer faça apenas uma caminhada pela natureza por algumas horas, por um dia ou quer pratique caminhada rápida, temos a mochila de que precisa! Descubra todos os nossos conselhos para que possa escolher acertadamente a sua mochila.



TEM A CERTEZA QUE COLOCA A SI PRÓPRIO AS PERGUNTAS CERTAS?
Antes de mais, é importante colocar a si próprio as perguntas certas e adaptar a escolha da sua mochila e a sua preparação para a caminhada que irá fazer.

Continuar a ler

Questione-se:
“Quanto tempo exatamente pretendo caminhar? ”
“Que tipo de terreno irei encontrar?
“É muito desnivelado?”
“Será que terei que levar o material de outros caminhantes (por exemplo de crianças)?”
“Irei caminhar com toda a autonomia ou parar em abrigos e fazer por etapas?”

Estando estas questões tratadas, poderá combinar as suas necessidades com 3 grandes tipos de atividades e portanto 3 grandes tipologias de mochilas:
1-A caminhada de algumas horas com poucos desníveis;
2-A caminhada de um dia em montanha;
3-A caminhada rápida ou “fast hiking”.
No âmbito destas práticas, certifique-se de que escolhe uma mochila que contém compartimentos suficientes e que corresponde à sua própria organização. Alguns gostam de utilizar as bolsas de cinto abdominal, outros não, etc. Certifique-se também de que a mochila apresenta todas as funcionalidades de ajuste de forma a ficar ajustável às suas costas. Para longas caminhadas, dê preferência às mochilas com reforço dorsal, tira abdominal, cinto peitoral, cintas estabilizadoras a nível dos ombros e também com a parte traseira ajustável em comprimento para que se ajuste efetivamente a si. Finalmente, dê preferência a uma mochila leve para aliviar ao máximo as suas costas.
Dica: Aproveite o tempo para experimentar a sua mochila na loja carregando-a com o material para apreciar o seu transporte e conforto. Poderá também pedir emprestado aos seus amigos diferentes mochilas para as testar no terreno, carregadas com o seu material.
A capacidade poderá variar ligeiramente dependendo não só do seu estilo, mas também se você for mais do tipo de viajar ultraleve. Finalmente, não esqueça que um adulto pode transportar sobre as suas costas cerca de 25% do seu peso. Tenha cuidado para não ultrapassar esse limite sob pena de fragilizar as suas costas.

GOSTA DE CAMINHAR DURANTE ALGUMAS HORAS EM TERRENO PLANO OU COM ALGUNS DESNÍVEIS

Para essa atividade, deverá ter espaço suficiente para transportar água, comida, um corta-vento ou um casaco impermeável leve em caso de chuva e um polar caso haja mudanças repentinas de temperatura. Para tal, a Quechua desenvolveu as gamas Arpenaz. Uma mochila de 20L será perfeita para este tipo de saída. Com acessórios para caminhadas, poderá facilmente juntar-lhe os seus bastões de apoio, a sua garrafa de água ou uma pequena bolsa de água. Para aguaceiros, algumas mochilas dispõem de uma capa protetora integrada. reduzir texto

9 dicas para evitar as bolhas


As bolhas são o problema mais comum entre os caminhantes, e o mais prejudicial!

Veja porque as bolhas se desenvolvem e como as evitar!

As bolhas aparecem geralmente quando a nossa pele está fragilizada pela fricção provocada pelas meias, sapatos ou corpos estranhos. A humidade (associada à transpiração ou a elementos exteriores) pode também desempenhar um papel, na medida em que debilita a nossa pele que, por isso, se torna mais vulnerável a tais fricções.

Continuar a ler

1 – Experimente o calçado antes de comprá-lo, ou pelo menos antes de ir caminhar
Seja na loja seja em sua casa aquando da receção de uma encomenda pela Internet, experimente o seu calçado. Coloque-o à prova em várias situações: em piso plano, subidas, descidas (as lojas estão normalmente equipadas de rampas ou de mini percursos que reproduzem diferentes tipos de solos). Se o encomendar pela Internet, dê uma boa margem de segurança em termos de prazo para uma eventual troca. Acautele-se para que a entrega da sua encomenda não seja efetuada no último minuto no seu local de férias!

2 – Evite usar o seu calçado novo numa caminhada longa, de primeira utilização
O calçado novo precisa de amolecer (principalmente o calçado de couro), de se adaptar ao seu pé. Certas áreas ainda um pouco rígidas poderão provocar fricções localizadas no seu pé e desencadear bolhas. É melhor aumentar gradualmente a duração das suas caminhadas.

3 – Certifique-se também de que a sua palmilha (também designada por palmilha anti-perfuração) não é escorregadia.
Especialmente se tiver que adicionar uma palmilha para ajustar o tamanho do seu calçado ou uma palmilha ortopédica. Algumas são normalmente concebidas para a vida citadina e são um pouco lustrosas, o que poderá fazer deslizar o seu pé dentro do calçado e provocar fricções.

4- Escolha as meias adequadas à morfologia do seu pé
Verifique a localização das costuras, mesmo que pareçam muito finas, para que não façam fricção nos seus ossos, ou não causem desconforto. Não use meias rotas ou demasiado estragadas porque deixam de proteger o seu pé. E, acima de tudo, meias do seu tamanho! Podemos ignorar esses detalhes, mas umas meias mal ajustadas farão dobras que desencadearão fricções. É também importante posicionar bem as meias nos seus pés quando as coloca (faça coincidir o calcanhar da meia com o seu calcanhar, etc.).

5 – Experimente o seu duo calçado-meias
Meias confortáveis num par de calçado podem ser desconfortáveis num outro par. O calçado não é concebido da mesma maneira: quer em termos de componentes, montagem, quer em termos de zonas de manutenção... E dependendo da forma das suas meias, algumas favorecem a fricção. Atenção às condições climatéricas: escolha o seu par em função da estação.

6 – Lace e aperte o seu calçado de forma adequada
Não aperte o seu calçado nem demais, nem de menos, o objetivo é que o pé fique bem firme sem desconforto. Não hesite em reajustar o aperto em função daquilo que vai sentindo durante a caminhada, sobretudo em descidas.

7 – Escolha os componentes adequados à estação
No verão opte por matérias respirantes tanto para o seu calçado como para as suas meias. E verifique se o duo calçado-meias funciona bem! Pois se um for respirável e o outro não, não obterá o efeito desejado.

8 – Mantenha os pés limpos e secos
Se sentir qualquer desconforto devido à presença de um corpo estranho (pedras, areia, cascalho...) pare e descalce-se para removê-lo. Se caminhar durante vários dias consecutivos com as mesmas meias, lave-as bem todas as noites para remover quaisquer poeiras. O ideal será levar 2 pares de meias mesmo para curtas saídas para que possa mudar de meias se os seus pés estiverem demasiados húmidos. E, acima de tudo, considere retirar a palmilha do seu calçado para secar durante a noite.

9 – Cuide-se!
Temos a tendência de esquecer, mas o nosso estado de cansaço influencia o nosso corpo. A nossa pele está mais sensível quando estamos cansados, é possível que, ao usar o mesmo calçado e meias, um caminhante que normalmente não está sujeito a bolhas tenha uma reação diferente. Por exemplo de férias, quando o corpo relaxa a pressão acumulada durante o quotidiano. A nossa alimentação também desempenha um papel, o álcool por exemplo torna a nossa transpiração mais ácida e, portanto, mais agressiva para a nossa pele.

Se, apesar de todos estas dicas, continuar sujeito a bolhas, poderá também experimentar as pomadas anti-bolhas que limitam as irritações causadas por fricções. Mas lembre-se sempre de verificar se as mesmas se adequam a si antes de sair para uma longa caminhada! Os banhos para pés à base de sumo de limão farão com que a sua pele fique mais espessa e assim tornar-se-ão menos frágeis. reduzir texto

Prepare a sua mochila: lista das coisas essenciais


ESTÁ A PREPARAR-SE PARA FAZER CAMINHADAS?

Para uma caminhada de um dia, recomendamos que se equipe com uma mochila pequena (até 20L) para ficar leve. No entanto, se tiver que levar algum material dos seus companheiros ou crianças, poderá ser mais ajustado uma mochila de 20 a 40L .

EQUIPAMENTO:

Utilize a técnica das três camadas para se manter sempre quente e seco com o seu vestuário de caminhadas.
Continuar a ler
  • Vestuário adequado à mudança repentina do tempo: um polar, um corta-vento impermeável (descubra os nossos casacos de Senhora e Homem) e eventualmente uma T-shirt para muda.
  • Um boné, chapéu ou uma bandana
  • Um par de luvas se fizer a caminhada em altitude ou durante o tempo frio
  • Óculos de sol adaptados à montanha: categoria 3-4 ou SPF 50
  • Protetor solar
  • Eventualmente um anti-mosquitos se se aproximar de zonas húmidas (pântanos, lagos, rios...)
  • Um par de bastões se os utilizar
  • E um pacote de lenços ou um pequeno rolo de papel higiénico pode sempre ser útil
ALIMENTAÇÃO & HIDRATAÇÃO:
  • Água (1 a 2 L/pessoa dependendo da estação)
  • Um snack e/ou algumas barras de cereais ou frutos secos para as suas pausas ou momentos de fadiga
  • E eventualmente sabão sem água
Orientação:
  • Um mapa do local
  • Uma bússola e um altímetro
segurança:
  • Um telemóvel carregado e os números de emergência úteis (em montanha, marque o 112 em caso de necessidade)
  • Um kit de primeiros socorros (pensos, spray desinfetante, compressas, aspirina...)
  • Uma lanterna ou lanterna frontal
  • Uma faca
  • Um cobertor de sobrevivência
  • Um apito
Esta lista de “coisas essenciais” é naturalmente para ser adaptada em função do grau de conforto que procura. A mesma não é exaustiva, não hesite em completá-la com outros elementos para desfrutar ao máximo da sua jornada: máquina de fotografar, MP3, jogo de cartas, guia sobre os vegetais e animais...
BOA CAMINHADA!
reduzir texto